Cabra Transmontana

A raça caprina Serrana

A origem da cabra Serrana perde-se no tempo, contribuindo a arqueologia e em especial a paleontologia, com estudo de fósseis de esqueletos animais, para se encontrar os seus ancestrais que remontam há cerca de 3 milhões de anos.
Existem diversas variedades dentro das raças Serrana (jarmelense ou jarmelista e saloia) e Charnequeira (barrosã, beiroa, ribatejana e alentejana), com implantação circunscrita a áreas mais limitadas.
Esta cabra produz o leite que dá origem ao excelente queijo transmontano, tendo o cabrito, denominação de origem protegida, pela qualidade da sua carne. Esta carne diferencia-se pela sua qualidade organoléptica, designadamente a palatabilidade, tenrura e suculência.



Adeganha, Torre de Moncorvo, Agosto de 2010